18 de mai de 2011

História Mal Feita

Páginas e páginas em branco
Um jarro com água
e o verso rabiscado.
Dias e dias com o vento soprando lá fora
Os arranjos perdendo suas cores
Meu quarto trancado
A janela fria embaçada
Da minha respiração desritmada e ofegante
Duas rosas vermelhas
Entre as páginas sete e oito
Da nossa história mal escrita
Dos nossos desenhos não feitos
Dos nossos sonhos desfeitos
Dos nossos dias imperfeitos
Longe de algo que não sabemos explicar
Longe daquilo que deveria ser chão
Minhas flores ainda brotam no seu coração sujo.

17 de mai de 2011

Drama

Eu gosto dos sentimentos dramáticos
Dos amores sinceros
Da chuva que molha
Do vento que corre
Da folha que cai
Do sorriso singelo
Do abraço fraterno
Dos amores eternos.
Aprendo a levantar,
Me aperfeiçoo em cair
Planto sementes
Colho flores
E penso nos beijos
Tão simples
Singelos
Ardentes
Marcantes
Esvoaçantes
Enigmáticos
Imaginários.

14 de mai de 2011

Tão Fácil

Pra quem não quer
Mais fácil mentir
Pra quem promete
Mais fácil não cumprir
Pra quem quer
Persistir
Pra quem tem medo
Mais fácil fugir
Pra quem quer fugir, a explicação
Pra quem tem sonhos
Suspirar
Pra quem quer sexo
sair na noite
Pra quem quer um amor
Resta esperar
Pros indecisos;
Decidir é a tristeza.
Pros orgulhosos
O silêncio
Pra quem perde,
A lágrima
Pra quem se magoou 
O sorriso triste
O silêncio;
As lágrimas;
O frio; 
A distância.
Pra quem magoa, a desculpa.
A quem engana a culpa.
Tão fácil culpar.
Tão estranho curar.