22 de jun de 2011

Os opostos se distraem

No apogeu de sua masculinidade
Descobriu o gosto pelo masculino.
Tão cheio de certezas
Ficaria vazio delas se não soubesse;
Que elas foram substituídas por outras.
A solidão deixa o coração apertado
E o pensanmento folgado, livre pra ser
Quem sempre quis ser.
Cada lágrima falando
O que queriam dizer todos os pensamentos calados
Descubriu que é forte e;
Acreditou que realmente é
Nem sempre os opostos se atraíram
Quase sempre se distraíram
Nem sempre se atraíram.